O IMPÉRIO DERROTADO

COD. PRODUTO: 9788535908978

R$ 57,90

1x de R$ 57,90 sem juros

Comprar

Informe seu CEP para consultar o valor e o prazo da entrega

Portugal era subdesenvolvido, arcaico e o último império colonial na África quando, em 25 de abril de 1974, sua Revolução dos Cravos surpreendeu, fascinou e alarmou o mundo - um golpe militar derrubou a longa ditadura salazarista e abriu caminho para a independência das colônias portuguesas no ultramar. Em plena Guerra Fria, a esquerda assumiu o poder em um país da Europa Ocidental. Mas o sonho inicial dos revolucionários enveredou por caminhos imprevistos e, para que a democracia se estabelecesse em Portugal como é hoje, a revolução 'precisou ser domada'. Salientando os fatores econômicos, políticos, sociais e psicológicos que interferiram nos rumos da revolução e explicando o contexto internacional, no qual Portugal ocupava uma posição geopolítica estratégica, Kenneth Maxwell faz uma análise imparcial e rigorosa do processo de construção da democracia portuguesa.

Portugal era subdesenvolvido, arcaico e o último império colonial na África quando, em 25 de abril de 1974, sua Revolução dos Cravos surpreendeu, fascinou e alarmou o mundo - um golpe militar derrubou a longa ditadura salazarista e abriu caminho para a independência das colônias portuguesas no ultramar. Em plena Guerra Fria, a esquerda assumiu o poder em um país da Europa Ocidental. Mas o sonho inicial dos revolucionários enveredou por caminhos imprevistos e, para que a democracia se estabelecesse em Portugal como é hoje, a revolução 'precisou ser domada'. Salientando os fatores econômicos, políticos, sociais e psicológicos que interferiram nos rumos da revolução e explicando o contexto internacional, no qual Portugal ocupava uma posição geopolítica estratégica, Kenneth Maxwell faz uma análise imparcial e rigorosa do processo de construção da democracia portuguesa.