REVOLUÇÃO DIFÍCIL

COD. PRODUTO: 9788535906233

R$ 62,90

2x de R$ 31,45 sem juros

Comprar

Informe seu CEP para consultar o valor e o prazo da entrega

Um passo à frente no romance policial, 'Revolução difícil' expande o mundo do crime do indivíduo infrator para a sociedade doente e confronta o jovem policial negro Derek Strange com dilemas morais que, aos 21 anos, ele não esperava. A ação se dá em Washington, onde a maioria da população é negra. Cercando os edifícios públicos, monumentos e bairros de classe alta, a periferia opõe negros e brancos, e a zona de pobreza tomada por favelas e cortiços reúne igualmente negros e brancos - que em comum só têm o fato de serem miseráveis. Num estilo de grande poder de impacto, Pelecanos descreve policiais, marginais e cidadãos comuns com a agudeza do escritor seguro de sua força. Os acontecimentos que envolvem Derek Strange atingem seu ponto máximo na rebelião que se segue à notícia do assassinato de Martin Luther King. A polícia é insuficiente e a Guarda Nacional também. Só as Forças Armadas conseguem pôr ordem na cidade. Enquanto isso, Derek se concentra na caça a um assassino ligado ao confronto de grupos marginais que espelham, em sua violência, os conflitos raciais que incendeiam a cidade.

Um passo à frente no romance policial, 'Revolução difícil' expande o mundo do crime do indivíduo infrator para a sociedade doente e confronta o jovem policial negro Derek Strange com dilemas morais que, aos 21 anos, ele não esperava. A ação se dá em Washington, onde a maioria da população é negra. Cercando os edifícios públicos, monumentos e bairros de classe alta, a periferia opõe negros e brancos, e a zona de pobreza tomada por favelas e cortiços reúne igualmente negros e brancos - que em comum só têm o fato de serem miseráveis. Num estilo de grande poder de impacto, Pelecanos descreve policiais, marginais e cidadãos comuns com a agudeza do escritor seguro de sua força. Os acontecimentos que envolvem Derek Strange atingem seu ponto máximo na rebelião que se segue à notícia do assassinato de Martin Luther King. A polícia é insuficiente e a Guarda Nacional também. Só as Forças Armadas conseguem pôr ordem na cidade. Enquanto isso, Derek se concentra na caça a um assassino ligado ao confronto de grupos marginais que espelham, em sua violência, os conflitos raciais que incendeiam a cidade.